06 fevereiro 2010

PSDB erra ao utilizar dados do Contas Abertas sobre o PAC

Contas Abertas

“O líder do PSDB na Câmara, deputado João Almeida, errou ao utilizar de forma equivocada informações do Contas Abertas sobre balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) referente a agosto de 2009. O parlamentar mencionou os dados de agosto de 2009, publicados pelo Contas Abertas, como se fossem comparáveis aos divulgados hoje. Com base nas informações distorcidas, o site do PSDB produziu matéria acusando a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, de ter manipulado os números.

Na matéria publicada hoje, o site do partido destaca: “governo infla programa e omite fracasso em saneamento e habitação”.

Na realidade, o levantamento do Contas Abertas realizado com base nas informações de agosto de 2009 dos relatórios estaduais da Casa Civil identificou que, até aquele momento, apenas 9,8% da quantidade total de empreendimentos havia sido concluída. Caso fossem excluídas as obras de saneamento e habitação, a quantidade de obras concluídas representaria 31% do total dos empreendimentos. Esses dados, relativos a agosto de 2009, o Contas Abertas confirma.

É importante sublinhar que a entrevista que o economista Gil Castello Branco, do Contas Abertas, concedeu sobre o assunto ao portal R7, mencionada no site do PSDB, referiu-se a dados de agosto do ano passado, não tendo qualquer relação com os dados hoje divulgados no balanço do PAC 3 anos.

O confronto de informações de agosto de 2009 com as informações divulgadas hoje pelo comitê gestor do programa, referentes a dezembro de 2009, é absolutamente incorreto.

Associação Contas Abertas
Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário: